29 de set de 2010

Analise: Black




Black


Produtora: Electronic Arts
Distribuidora: Criterion Games
Plataformas: Playstation 2, XBOX
Gênero: Tiro em Primeira Pessoa
Modos: Single Player
Classificação: EDRB: M
Lançamento: 27 de Fevereiro de 2006

"Muitos balas vão rolar"

O enredo de Black não é tão atrativo, primeiramente os filmes vêem entre as missões e usam uma técnica chamada Live Action na qual atores de verdade estão em cena. Durante o jogo estaremos vivenciando fatos recentes na vida de Keller, durante as cenas que estão entre as missões ele conta como tudo aconteceu, assim tenta escapar de uma prisão perpétua, o soldado desobedeceu algumas ordens e pode pagar por isso. Agora Keller ajuda o governo norte-americano contando um pouco de sua história.

As cenas em que Keller é interrogado, embora sejam bem produzidas são cansativas, talvez pelo fato de não ser em computação gráfica ou ao invés de ação os vídeos trazem diálogos intermináveis sem que o jogador possa pula-los inicialmente.




Mas o jogador logo é recompensado por tais gráficos, jogabilidade e cenários cinematográficos, os gráficos belicismos dão contraste a toda aquela destruição na missão inicial, os inimigos correm por todos os lados atiram em você, sem que saiba de onde eles vêem. Explosões bem realistas, formam um cogumelo de fogo e uma fumaça negra sinistra, e tudo é reflectido no que é de metal, dando um clarão alaranjado ao que esta no redor da explosão, os vidros se quebram os prédios desabam, abrindo espaço para que os soldados inimigos passem. No local vai haver muito fogo e um simples toque pode significar a sua vida no jogo.

As armas trazem um realismo de deixar qualquer um de queixo caído, trazem incríveis detalhes tanto de reflexos gravuras e as texturas da arma. Ao atirar contra um soldado inimigo, a força das balas vai fazer com que ele se retorça antes de cair no chão, ao atirar contra objetos de madeira por exemplo, o material se desfaz e se quebra, algo parecido ocorre ao pisar na grama, se olhar com atenção vai notar que ela vai desamassando lentamente, após ter pisado. Quando os tiros pegam na parede pode-se notar uma fumaça criada pelo choque da bala na parede, diferentemente de quando o jogador atira em materiais de ferro e a colisão da bala cria faiscas, que geralmente podem gerar explosões.
Os detalhes dos inimigos podem ser notados com facilidade, como as texturas da roupa ou a forma do rosto. As cores dos uniformes são geralmente escuras o que dificulta a visão deles em sem luz ou de mata, porem com o movimento das folhas ou dos próprios soldados, as vezes eles podem ser notados com alguma facilidade.

Falando sobre a jogabilidade, é difícil encontrar outros FPSs que trazem detalhes tão ricos, como por exemplo ao tomar muitos tiros a visão e audição de Keller ficaram comprometidos, a visão vai ficar embaçada e turva os sons do ambiente de tudo que esta ao seu redor vão ficar abafados, assim dando ao jogador uma certa dificuldade quando Keller estiver pra morrer, isso realmente vai dar desespero quando você estiver quase terminando a fase, nesse momento a única coisa que pode te salvar são os mantimentos de primeiros socorros que estão jogados no chão ou guardados com Keller, se ele morrer, ira voltar do ultimo Check Point, e o jogo não salva durante a missão.
Os comandos são bem rápidos de decorar, mas isso não significa que os controles serão tão amigáveis lógo de primeira, a jogabilidade é bem realista, e é bem calibrada é preciso que o jogador tenha um pouco de pratica com jogos de tiro em primeira pessoas, sem falar que a dificuldade vai fazer muitas vezes um jogador sem experiência desistir logo de cara, começando pela mira que é um ponto no meio da tela, mas que é ótima para dar head shots nos inimigos.
Keller só vai poder carregar duas armas, você poderá troca-las por outras, substituindo-as uma de cada vez, as armas podem ter ou não silenciador e o jogador pode deixa-las no modo semi-automático ou automático.

Os sons das musicas são perfeitas e dão um clima refinado ao jogo, são clássicas e foram certamente produzidas por uma grande orquestra. As musicas vão variar dependendo da situação, e nem se quer vão existir em determinadas situações, e quando não houver inimigos no cenário, deixando que você perceba o som da natureza ou dos gritos e tiros vindos de longe. Os efeitos sonoros vão te deixar com vontade de aumentar o som da TV no ultimo volume, seja pelos sons das balas indo vindo ou sendo disparadas pelas armas suas e de seus inimigos, as explosões que tem um efeito sonoro surrealista e vão deixar um zumbido que vai abafar alguns sons.Tudo realmente bem trabalhado.

A inteligência artificial é onde o game falha um pouco, os inimigos se não estiverem posicionados próximo a algum lugar de proteção, vão apenas parar na sua frente atirar, fora isso alguns soldados que estiverem programados para dar um tiro de Bazuca ou pular na sua frente farão a sua parte sem problemas.

Conclusão
Black é um game que foi feito para ser único, e transporta o jogador para o jogo com facilidade, os cenários trazem um clima que vão te fazer imaginar sobre o que há por traz das paredes, como se tudo aquilo fizesse parte de um imenso mundo de guerra e terror, muitas vezes vai parecer estar só no cenário, mas de uma pequena casinha, centenas de inimigos começam atirar pra todo lado. Embora o game só tenha 8 missões todos foram bem feitas e estão perfeitas.
Esse é mais um ótimo jogo para PS2, e é obrigatório você te-lo na sua coleção.


Prós:
- Gráficos comparáveis a jogos da 7 geração;
- Ao bélico, perfeito e bem adequado;
- Os cenários realistas e envolventes;
- Jogabilidade muito bem calibrada;
- Comandos simples.

Contras:
- Apenas 8 missões;
- Cutscenes enjoativas;
- Dificuldade pode fazer alguns desistirem com facilidade.
- Inimigos de pouca inteligência


História: 7.5
Jogabilidade: 9.5
Diversão: 10
Gráficos: 9.7
Áudio: 9.0
AI: 7.9

Nota Final: 9.0

22 comentários:

  1. Esse jogo é bom demais,devia ganhar uma continuação. Existe uma outra coisa que deixa os Gamers não muito satisfeitos,é a falta de sangue nesse jogo,quando voce atira em uma pessoa nem se quer sai sangue,pelo menos eu não vi.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela análise, o game é um dos melhores do ps2 e um dos meus favoritos pq eu amo de verdade FPSs. Meu detonado desse game já está pornto e em bteve estará disponivel no blog.

    ResponderExcluir
  3. Comprei o jogo hoje mesmo
    Joguei até a primeira missão por enquanto, diria que o melhor deste jogo é a fácil jogabilidade e os gráficos comparaveis a muitos jogos de Xbox 360 e até mesmo PS3

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso,um dos melhores de tiro em 1 pessoa que já joguei na vida!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. O Black está merecendo uma continuação.....

    ResponderExcluir
  6. o game é dificil,mas em qualidades graficas e jogabilidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então me fala como é q passa o nivel 2!

      Excluir
  7. Comprei ele semana passada, mas meu controle não reconhece o jogo e ele nao mexe nem entra no menu =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE SEU COMTROLE FOR DE PS1 NAO PEGA NESSE JOGO TEM QUE SER DE PS2 DUALCHOK 2 COMTRLE DE PS1 SO SERVE NO GTA

      Excluir
  8. Obrigatório pra todo fanático por um bom FPS. Esse game foca mais a aventura solo, o que pra mim é o que mais chama atenção nesse tipo de game, dispensando o multiplayer. Logo no inicio já nota-se os gráficos ultra-modernos e a ação desenfreada, e o resto do game é totalmente assim, diversão do inicio ao fim. Um dos melhores games de tiro em primeira pessoa do PS2 junto com Killzone, Medal Of Honor etc...

    ResponderExcluir
  9. Consegui finalizar semana passado jogaço esse aí o melhor FPS pro ps2

    ResponderExcluir
  10. Pra mim é o melhor FPS de PS2, na primeira vez que joguei achei um lixo por ser muito difícil e os inimigos não serem tão inteligentes, mas depois percebi que estava errado e não parei mais de jogar. Quanto à análise, simplismente incrível, pra mim Museum dos Games e Playstation 2 Eterno são os melhores blogs de video games que conheci.
    VLW

    ResponderExcluir
  11. Na primeira fez que comprei nao pegou ate tentei baixar mas nao deu certo (outros jogos que baixei e gravei deraoo certo)quando fui comprar outra vez pegou a minha reação ao jogar aquele jogo foi inacreditavel pensei ate que estava jogando num ps3 ou xbox passei pra fase 3 hoje! o jogo tem pucas missoes mais elas sao grandes demais!

    ResponderExcluir
  12. Só faltou um modo online que geralmente os jogos da EA tem...
    Jogo muito bom!Gráfico excelente ainda mais em progressive scan!

    ResponderExcluir
  13. jogo otimo grafico muito bom ja zerei 6vz ja passei madrugadas jogam do ese jogo BRACK UNS DOS MELHORES JOGOS LANÇADOS PARA PS2

    ResponderExcluir
  14. bom e um fps massa e da pra compara e muito com os graficos deJOGOS DE PS3 OU XBOX

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho o xbox 360 e ps2 jogo call of duty no xbox 360 mais fico enprecionado com os graficos do black e sem lags

    ResponderExcluir
  16. Comprei Black há 4 Dias atráz, e hoje acabei de zerar. Nossa!! Muito bom mesmo galera, o melhor FPS que já joguei no ps2, também o mais real, os gráficos são foda demais, quando vi logo de cara, figuei de boca aberta com a realidade da arma e tudo mais!!
    É bem dificil, apartir da missão 6 começei a morrer algumas vezes, e o final da missão 8 é dificil pra caralho, mais zerei. :D

    ResponderExcluir
  17. jogo black no PS2 , gostaria de saber como salvaruma fase em andamento pra não ter que começar de novo quando precisar sair?

    ResponderExcluir
  18. muinto superior ao killzone

    ResponderExcluir

Todos os Comentários são lidos e moderados previamente.
São Publicados aqueles que respeitam as Regras Abaixo:

- Não faça propaganda de outros blog/sites;
- Use o OpenID ou Nome/URL caso não seja seguidor;
- Não inclua links desnecessários no seu comentário;
- Seu comentário é nossa inspiração!
- Não respondemos comentarios 'anônimos' sem identificação nenhuma.
- Obrigado pelo Apoio ;D