26 de out de 2010

Analise: Grand Theft Auto III


Grand Theft Auto III Boxshot


Grand Theft Auto: III


Desenvolvimento: DMA Design
Publicação: Rockstar Games
Plataforma: Xbox, Ps2, Win
Lançamento: 22 de Outubro de 2001
Gênero: Ação
Classificação: PEGI: +18

"Entrando em um novo mundo, de roubos, tiroteios e trabalho sujo"
Grand Theft Auto III foi o primeiro game da série a trazer gráficos e perspectiva 3D com a câmera nas costas do personagem, pois nos seus antecessores a câmera vinha de cima e os prédios eram 3D. Mas a DMA ainda deixa como "homenagem" uma opção de câmera similar a dos clássicos. Em fim fique com a analise.

Claude Speed o protagonista da vez, é um criminoso que age com Catalina, sua namorada, entre seus crimes estão: roubos de carros fortes e assaltos a banco, e sempre ganhando dinheiro fácil. Em um dos assaltos, Claude dapara-se com seu companheiro morto, e Catalina com a arma do crime. Porem, ela parecia ter tudo premeditado, pois atira também contra Claude, a bala atinge seu pescoço, deixando-o quase morto. Catalina escapa com Miguel líder do Cartel Colombiano, uma das principais gangues ativas em Liberty City. Caude sem poder escapar acaba sendo pego pela policia e fica mudo pelos danos causados pela bala.




Claude e seu parceiro 8-Ball estão sendo transportados para prisão. Porem os comparsas de 8-Ball jogam uma bomba na ponte que conecta Portland a Satunton Island, com todos os policias mortos eles escapam da prisão, e refugiando-se no bairro de Red Light. Claude então inicia uma série de trabalhos para diversas organizações criminosas de Liberty City ( Diablos, Forellis, Leones, Southside Hoods, Triads e Yakuza). Claude tem por traz disso um objetivo, vingar-se de Catalina. Assim acabando com os confrontos de gangues em LC.



Image 1


Como de costume iniciarei falando sobra a jogabilidade. Sabemos que Claude é um grande criminoso, então não deve ser difícil de roubar carros. Para roubar um carro é simples, pressionado um único botão Claude pode pegar o carro que quiser, mas não faça isso perto da policia, pois uma perseguição pode ser fatal, embora a AI dos policias tanto em seus carros quanto a pé é falha, e apresenta alguns problemas, mesmo sendo simples, sua função é perseguir e prender você, caso esteja com um nível de procura. O nivel de procura é medido por estrelas que se localiza no painel junto a arma, dinheiro e vida no canto superior direito da tela, com forme o jogador cometer delitos o nível aumenta até alcançar 6 estrelas, neste caso o FBI de LC estará na sua cola e não será fácil de escapar. Esses delitos podem ser os já citados: roubos de carros, atirar em civis, ou contra os próprios policiais, e até mesmo atropelar ou ameaçar as pessoas da cidade.

Claude pode deslocar dinheiro, realizando as missões do jogo, estas que também dão continuidade a história de Claude. O dinheiro vai servir para comprar principalmente armas, no jogo existem as lojas Ammo-Nation onde você pode descolar armas, ou durante o jogo que é o mais comum.
As missões são dos mais variados tipos, embora tornem-se cansativas as vezes, essas missões são indicados no mapa como a letra inicial do nome de quem Claude esta trabalhando, o dinheiro ganho dependendo do trabalho feito.
Existem também as missões de Bombeiro, Policiais e Para-medico, essas missões podem ser feitas ao entrar no carro do respectivo trabalho.
Durante o jogo Claude também pode esportar carros para ganhar mais dinheiro, se todos forem exportados, na garagem de exportação, emblemas da série GTA poderão ser coletados e transformado-se em carros.

Os comandos do jogo são bem simples de pegar, a sensibilidade dos movimentos a pé são bem simples e não são nada realistas e é difícil de realizar movimentos precisos, nos comandos do carro eles capricharam um pouco mais, quando estiver ao volante vai notar que alguns são mais agíeis na hora de virar, ou são mais leves na curva já outros é preciso paciência e calma pra conduzir, sem falar que se você danificar o carro, logo começa a sair aquela típica fumaça negra saindo do radiador, mesmo que aparte da frente esteja intacta.

 
Image 39

Os gráficos não são la essas coisas, mas isso não significa que você não vai se sentir em Liberty. 
Bom começando pelos cenários, não são ricos e detalhas como já dito, mesmo se tratando de um jogo de 9 anos atrás. Todas as janelas e portas parecem ter sido pintadas sobe a parede, isso esta presente em jogos da geração passada. As folhas das árvores são coladas. Porem parece que tudo isto visto de longe e junto fica bem melhor. Os gráficos nesses jogos não costumam ser realistas pois se esta trabalhando em grades cenários. Os carros trazem reflexos bem foscos e não refletem quase nada, o interior dos carros até que foi bem trabalhado mas os volantes são em forma pentágono ao invés de círculos.

Os gráficos de GTA III também são bons em algumas partes, um exemplo é nos rostos dos personagens, eles trazem belas texturas e alguns movimentos faciais como da sobrancelha. 
Os gráficos resumindo estão em um padrão de PSP, mas sempre levamos em consideração que na época em que o jogo foi lançado o hardware do ps2 era mal explorado e o forte de GTA nunca foi gráficos.

Image 37

A parte de áudio foi bem trabalhado embora os efeitos sonoros do espaço, cenários, e objetos são meio analógicos. Dentro do carro o que não pode faltar uma boa trilha sonora para suportar o extress do transito, pois os produtores escolheram musicas reais de qualidade para as radios fictícias do jogo, sem falar dos intervalos cômicos de algumas radios, cheios de piadinhas para quem domina o inglês, o que não é o meu caso. 

A inteligência artificial foi bem trabalhada, pois se tratando de um jogo que tenta de alguma forma simular vida real, isso é essencial. O trafego de pessoas e carros funciona muito bem, se der um tiro as pessoas correm desesperadas. Lembre-se roubar carros de velhinhas não acontece nada, mas se roubar carros de empresários de mal humor, você pode tomar um soco na cara ficar sem carro e ainda corre o risco de ser atropelado, por isso fique atento de quem é o carro que você vai roubar. 

Assim tudo em Grand Theft Auto III acaba sendo fraco e meio artificial, não trás grandes gráficos, jogabilidade e uma uma história que se preze, mas trás algo que todos os criadores de jogos buscam: a inovação.

Prós:


- Diversão e inovação;

- Muitas missões.

Contras:

- A parte técnica no geral.

Notas:

Diversão: 10
Jogabilidade: 8.0
AI: 8.4
Áudio: 9.5
Gráficos: 7.9

Final : 8.9

6 comentários:

  1. Bela Analise Esse Jogo e Ótimo. A Historia Até Que è Legal os Gráficos Ficaram Bons para a época o Jogo foi Lançado em 2001. e Nem No Pc No Maximo Fica tudo Isso Nsse Jogo. Mas e Bem Divertido e Foi um ótimo trabalho da Rockstar Games.

    ResponderExcluir
  2. para quem ja jogou o gta san andreas não vai gostar desse jogo mais quem não jogou recomendo
    otima analise

    ResponderExcluir
  3. o jogo foi lançado em 2001 o ps2 tinha acabadod e sair do forno er aum puta jogo e os graficos para epoca erao animais

    ResponderExcluir
  4. bom esse jogo o ruim e o bug azul se vc usar cheat o chao fica azul e fica dificil dirigir pois n aparece as pontes

    ResponderExcluir
  5. Na boa não gostei, é só legalzinho porém achei meio chato, tentei zerar mais não consegui. Chega nen perto do Vice City, muito menos do San Andreas,,, não recomendo para aqueles que já jogaram esses 2.

    ResponderExcluir

Todos os Comentários são lidos e moderados previamente.
São Publicados aqueles que respeitam as Regras Abaixo:

- Não faça propaganda de outros blog/sites;
- Use o OpenID ou Nome/URL caso não seja seguidor;
- Não inclua links desnecessários no seu comentário;
- Seu comentário é nossa inspiração!
- Não respondemos comentarios 'anônimos' sem identificação nenhuma.
- Obrigado pelo Apoio ;D