4 de dez de 2010

Analise: Max Payne




Lançamento: 06 de Dezembro de 2001
Plataformas:
PS2, PC
Desenvolvedora:
Remedy
Distribuidora:
Rockstar
Gênero: Tiro em terceira pessoa
Online:
Não



Max Payne foi lançado numa época em que os games de tiro em terceira pessoa não andavam bem das pernas, ou melhor, dos tiros, com uma historia nada inovadora apesar de bem amarrada e sombria “o policial que quer se vingar de quem matou sua família”, Max Payne fez sucesso quando foi lançado usando uma jogabilidade fácil e um dos primeiros a usar o famoso “Bullet time” (aquele sistema em que tudo a sua volta fica lento) Max Payne ganhou a simpatia dos jogadores se tornando uma das franquias tiro em 3º pessoa mais respeitados do PS2 e PC, Então vamos conferir esse jornada do policial mais famoso e o mais encrencado do vídeo games.

O sonho Americano...
Bem como todo filme clássico que envolve vingança Max Payne tinha uma vida normal (ou mais perto disso) com sua mulher e sua filhinha recém nascida tinha sua casa um bom emprego como Detetive da policia de New York, ou seja, o famoso sonho americano. Num “belo” dia Max ao voltar do trabalho encontra sua Família brutalmente assassinada por viciados em uma nova droga chamada Valkyr (Valquíria) traficada pela máfia.


A vida de policial não é fácil!!!
Três anos após os acontecimentos Payne esta trabalhando disfarçado numa investigação sobre o trafico de Drogas quando seu chefe que é seu melhor amigo é assassinado ele era o único que sabia de seu disfarce agora toda a policia de New York acha que Max e assassino e começam uma verdadeira caçada para pega-lo mais Payne não se entregara tão fácil e fará de tudo para provar sua inocência e descobrir os verdadeiros responsáveis pela droga Valkr e vingar a morte de sua família. O jogador passara por diversos lugares durante o jogo como estações de metro a prédios abandonados até mesmo as docas de New York tudo isso numa noite fria de inverno e como um dos próprios capítulos do game diz será um inferno no inverno de New York, pois Payne poupara ninguém que ousar atrapalhar seu plano de vingança desde viciados a membros das Máfias de New York. (uma curiosidade que os próprios inimigos morrem de medo de Payne muitas vezes você escutara eles conversando assim: “Vai lá acaba com ele” e o outro mais corajoso” eu não, não sou louco” isso deixa o game bem mais divertido).


“Bullet Time” e um arsenal de armas gigantesco uma excelente Combinação!
Um dos pontos que fizeram de Max Payne um dos melhores games do estilo foi a implementação do “Bullet Time” invés de ser um efeito apenas cosmético ele é muito útil e fácil de usar nos combates no qual é o foco principal do game com ele você pode dar aquele salto bem no estilo Matrix e acertar vários inimigos e não ser acertado sequer uma vez muitas vezes esse artifício pode salvar sua vida. Outra coisa que o jogo merece destaque é a vasta quantidade de armas Pistolas, shotguns de cano cerrado ou não metralhadoras, submetralhadoras, Rifles e muitas outras o jogador também pode usar duas armas ao mesmo tempo como pistolas ou submetralhadoras como no caso da famosa Uzi. Nos dias de hoje pode nem parecer muita coisa mais para a época em que o game foi lançado era impressionante.

Um jeito diferente de contar historia...
A Historia de Max Payne apesar de nada inovadora é ótima muito bem bolada que faz com que prenda a atenção do jogador digna de um filme (até mesmo ganhou um há poucos anos atrás) mais o interessante foi o jeito que Remedy quis contar ela em formas de quadrinhos mais não em desenhos e sim com atores reais isso foi uma aposta ousada da desenvolvedora, pois em uma época em que todos querem fazer cenas cinematográficas ela optou pelo oposto cenas estáticas com uma Narração ao fundo e por incrível que pareça deu certo esse estilo caiu como uma luva para franquia combinando perfeitamente com o tom sombrio que a historia possui. O game e separado como se fosse um livro em três Partes e cada parte com seus capítulos que são as fases em outras palavras.


Seu pior pesadelo...
Não é de se esperar que alguém que teve a família assassinada seu melhor amigo morto e esta sendo procurado pela policia sonhe com ursinhos carinhosos e algodão doce num é mesmo? Payne tem sérios problemas psicológicos e seus sonhos são dos piores possíveis como a morte da sua família o interessante é que a produtora resolveu deixar o jogador conduzir Max nos seus sonhos essas partes são como labirintos em que o jogador deve conduzir Max até certo local (geralmente e para o quarto de sua filha) para saber para onde ir você deve prestar atenção no som como o choro do bebe, essas partes talvez desagrade alguns jogadores, pois muitas vezes você ficara perdido querendo o mais rápido possível sair daquele pesadelo assim como Max Payne.

Esta quase morrendo??? Toma um analgésico que passa!!!
Outro fator interessante é a forma de recuperar sua vida, pois ela não se regenera sozinha como em muitos games recentemente vem fazendo, você terá que aumentá-la usando os famosos painkillers que nada mais é que analgésicos o jogador pode levar no Maximo 7 consigo isso deixa o game mais difícil, pois você terá quer saber a hora certa de tomar o remédio, pois se usar um painkillers num momento em que você realmente não estiver precisando a mesma pode fazer falta mais pra frente. Felizmente a vários lugares que você pode achar essa pílula milagrosa (não estou falando do Viagra) era é geralmente encontrada nos banheiros dos apartamentos, só que nas dificuldades mais difíceis as coisas podem complicar e o jogador deve pensar muito bem antes de usá-las para não faltar adiante.

A Franquia que revitalizou o estilo...
Como foi comentado no começo da analise Max Payne fez valer o estilo de tiro em 3ºpessoa foi umas dois maiores lançamento do gênero na década trazendo uma historia que a principio pode parecer nada inovadora mais como Reamdy tratou-a de apresentar ao jogador fez com que sobressaísse entre outros títulos a desenvolvedora também soube usar muito bem o “Bullet time” na medida certa fazendo com que esse efeito seja muito útil nos combates mais também não deixando que o game ficasse com um jeito surreal como Matrix. Já o Áudio faz seu papel com maestria com barulho de tiros e explosões extremamente realistas para a época que foi lançado a trilha sonora apesar de quase não existir durante o jogo só havendo mesmo no menu principal é ótima e sombria combinando muito bem com a historia e o estilo do jogo. Os gráficos podem parecer antiquados para os padrões de hoje mais eram muito bons para a época mesmo com as moldagens de alguns personagens sendo um pouco estranhas principalmente o rosto como a do próprio Max Payne que parece que sempre acabo de Chupa um limão No mais o game roda com muita tranqüilidade sem nenhum problema grave.

Um Game difícil de Apontar problemas...
Uma coisa difícil é fazer analise de games antigos principalmente um tão antigo como esse, e que para os padrões de hoje Max Payne pode ser considerado um porcaria por muitos principalmente por causa dos seus gráficos mais para época que foi lançado ele era considerado um game de primeira linha com poucos problemas, um dos poucos que posso comentar e aquele velho problema que assombrou outras grandes franquias como Tomb Raider já que Max pode utilizar duas armas ao mesmo tempo porque ele não pode acertar dois inimigos diferentes e bem que poderia existir um sistema de cobertura também, o sistema de vida pode desagradar alguns jogadores já que a vida de Payne não se regenera com o tempo e por ultimo sua dificuldade o jogo pode até começar fácil mais conforme as fases passam o game complica consideravelmente, mais nenhum desses são grande problemas e nem ser quer tiram um pouco do brilho do game.

Max Payne e um game Eterno???
Com certeza sim é na minha humilde opinião o melhor game de ação em terceira pessoa da década fez tanto sucesso que ganhou um sucessor (que até pretendo fazer uma analise posteriormente) o game soube usar “bullet time” com maestria sem exageros uma jogabilidade excelente sem complicações e uma historia envolvente que faz com que o jogador torça para Max Payne até o fim. ( e vai uma dica o game possui uma versão dublada isso mesmo DUBLADA quem for daqueles que baixam da net os jogos podem procurar em sites especializados em jogos para adquiri-la) OBS: essa dublagem é OFICIAL mais somente para PC o PS2 não recebeu mais como todos sabem sempre existe o jeitinho brasileiro e eles acabaram colocando a dublagem do PC na versão do console.

Notas:
  • Diversão: 10
  • Jogabilidade: 9
  • Graficos: 7,8
  • Áudio: 9
  • Nota Final: 9

13 comentários:

  1. Max Payne O clássico dos clássicos. belo post!

    ResponderExcluir
  2. eu tenho esse game pra pc e tem audio pt/br muito bom msm esse game q faz parte do ps2

    ResponderExcluir
  3. gosto da historia do jogo eh boa
    alem dos dialogos engraçados e easter eggs
    loucos(buffy)tb fiz uma review desse game no
    meu blog http://atacrazy.blogspot.com/2010/09/max-payne-easter-eggs-fun.html (tudo bem eu por o meu blog?)vlw otimo blog este ^-^

    ResponderExcluir
  4. Muito Bom Jogando Ele Com Áudio em Português versão ps2 muito bom a historia dele.

    ResponderExcluir
  5. O mais difícil em reviews talvez seja comentar sobre gráficos, definir o que é um gráfico bom: se tem a ver com o mais próximo da realidade ou algo que possui uma determinada beleza harmônica não importa quantos bits possua.
    A tecnologia não vale nada se não for bem conduzida.
    Sobre o jogo.. espetacular. Joguei demais isso. Além do que na versão em PC, podemos encontrar muitos mods.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. ja terminei no pc ,estou querendo termina o 2 agora

    ResponderExcluir
  7. Acho que falar de gráficos é uma questão delicada, pq por mais técnico que seja, no final das contas o gráfico é gosto pessoal, já vi gente falar que não há nada especial nos gráficos de God Of War 2, já eu acho ele um dos mais bonitos do PS2, mas como eu digo, questão de gosto!!!!

    ResponderExcluir
  8. Horrivel, a parte dos capitulos, quando você se anima em jogar acaba um capitolo e começa outro, depois fica aquela inrolação de cutscenes chatas e é muito repetitivo, o game inteiro é igual sem nenhuma nividade, parece sempre a mesma faze, mas boa análise para quem gosta desse tipode jogo.

    ResponderExcluir
  9. Cara, pra mim esse é um dos melhores games para PS2, quem disse que para o jogo ser bom, precisa ter gráficos bons, e eu vi que Max Payne foi o primeiro a usar o Bullet Time, depois veio os outros imitando. Eu estou quase zerando ele, o problema é que está falhando demais, ou se não já tinha zerado.

    ResponderExcluir
  10. Comprei original por trintão na Nobel do Shopping aqui em Piracicaba, SP.
    Fiz um gameplay jogando pela primeira vez... gostei do jogo.
    Vou pegar pra jogar direito um dia desses...
    Valeu, abração!

    ResponderExcluir
  11. Faz a analise do Max Payne 2, esse é tão mitico quanto o 1

    ResponderExcluir
  12. o primero e melhor do 2

    ResponderExcluir

Todos os Comentários são lidos e moderados previamente.
São Publicados aqueles que respeitam as Regras Abaixo:

- Não faça propaganda de outros blog/sites;
- Use o OpenID ou Nome/URL caso não seja seguidor;
- Não inclua links desnecessários no seu comentário;
- Seu comentário é nossa inspiração!
- Não respondemos comentarios 'anônimos' sem identificação nenhuma.
- Obrigado pelo Apoio ;D