3 de set de 2010

Analise: God Hand


God Hand ou traduzindo, mão de deus - é o nome do jogo lançado em 2006, mas poderia definir um pouco da trajetória de seu diretor, Shinji Mikami, mais conhecido por ser o criador de "Resident Evil" e de "Resident Evil 4", considerados um dos melhores games da atual passada. É verdade que ele tem em seu currículo algumas obras ruins, caso de "P. N. 03" para GameCube, mas nem por isso vai estragar sua história de vencedor.


Seu gênero é de ação pura com combates, como os "beat 'em up" de antigamente, como "Final Fight" e "Streets of Rage". Aliás, ele mereceria muito mais ser um sucessor de "Final Fight" do que a edição "Streetwise", o hediondo herdeiro oficial do clássico. Como não poderia deixar de ser, há pancadaria para dar e vender no game.
.

.
Entre um capítulo e outro o jogador podem passar em lojas e cassinos. No primeiro é possível comprar golpes - normais e de God Reel - e itens, como aqueles que aumentam a energia ou o tamanho dos combos. Nos cassinos, é possível brincar com vários jogos de azar, com a esperança de apostar dinheiro e conseguir itens exclusivos.
.

.
O visual de "God Hand" é básico, sem muito polimento, principalmente no cenário. Como que compensando os pobres ambientes, a equipe se concentrou nos personagens, esses sim trazem bom nível de detalhes, mas o que brilha mesmo é sua concepção artística. A inspiração é o velho oeste americano com os mangás de lutas, como "Fist of the North Star". Gene e Olívia podem até parecer normais, mas não em sua estrutura psicológica. Só vendo a história para crer. Já com os outros personagens, principalmente os inimigos, o festival de bizarrice começa já em sua aparência.



God Hand" é um típico game arcade, sem preocupação em ser épico ou ter uma história sofisticada. Aqui, o que vale é a ação, e nesse quesito, está muito bem servido, sem cair na armadilha de ser um título acéfalo. Aqui, é preciso mais habilidade que ficar esmurrando botões. Nem por isso deixa de ter defeitos, pois começa a ficar mais arrastando no final, mas é daquele tipo que, quanto mais experiência tiver, mais fica divertido dar socos e pontapés nos adversários. Chegou sem muita pretensão, mas possui a essência que compõe um bom game.


9 comentários:

  1. muita pancadaria viajei muito nesse jogo mano.

    ResponderExcluir
  2. terminei ele umas 3 vezes é muito bacana e divertido

    ResponderExcluir
  3. muito bom ese jogo eu recomendo

    ResponderExcluir
  4. adoro esse jogo muito show

    ResponderExcluir
  5. ja zrei esse jogo no hard

    ResponderExcluir
  6. pessei que ganhava o braco esquerdo dele
    no dificil

    ResponderExcluir

Todos os Comentários são lidos e moderados previamente.
São Publicados aqueles que respeitam as Regras Abaixo:

- Não faça propaganda de outros blog/sites;
- Use o OpenID ou Nome/URL caso não seja seguidor;
- Não inclua links desnecessários no seu comentário;
- Seu comentário é nossa inspiração!
- Não respondemos comentarios 'anônimos' sem identificação nenhuma.
- Obrigado pelo Apoio ;D